quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

... tempo!


... e como o tempo não volta
Resolvi voltar a viver
Deixando de lado as marcas do passado
Recriando minha história num sorriso escancarado

... porque as flores de ontem
Não serão as mesmas de amanhã
Porque o beijo roubado hoje
Não tem o mesmo gosto do de antanho

Porque não se tem o fim de uma história
mas sempre o começo de outra...
E os anos vão passando
Levando consigo as agruras de outra vida

As memórias ainda lúcidas
Trago apanhadas junto ao peito
Procurando tecer novas histórias
Pelo tempo que se perfaz à minha frente!

3 comentários:

Manu Abintes disse...

Um brinde ao novo tempo!
Um brinde à nova vida!!!
Um brinde a tudo de bom que as novas perspectivas trazem!
Um brinde às palavras novas!
Um brinde aos novos beijos!
Um brinde à você, Minha Arya querida!!!

Arya disse...

... as taças jamais se encontrariam pra brindar
Sem o incentivo de tã verdadeira amizade!
Obrigada pelas boas vindas,Manú!

Manu Abintes disse...

Sinto sua falta...
sinto falta de qualquer coisa que me remeta a um tempo de felicidade.